Dias de Tormenta…

Por Joyce Eliza em 26 de maio, 2017

Há dias em especial, que me sinto muito sensível.
Talvez sejam influências de ondas da energia coletiva, talvez seja algum efeito da transição planetária, ou talvez sejam influências negativas mesmo, que fazem de tudo para tirar a minha paz.

Na verdade tudo o que citei acima, não importa. A culpa para os meus destemperos é somente minha. Sou eu quem decide ser reativa ou não, ou me influenciar pelas energias negativas. Sou eu quem abre o campo e me torno vulnerável. Sou eu quem decide ceder ou não.

Fico procurando razões para isso, mas as razões só se tornam um meio, porque fui eu a responsável em “abrir a porta” e deixar entrar.

É difícil admitir que os culpados somos nós mesmos e ninguém mais! Mas essa é a mais pura verdade. Nós sempre temos o poder da decisão nas mãos. O que acontece é que nos deixamos levar pela reatividade e perdemos a oportunidade de optar por algo melhor. Por um sorriso, por um olhar terno, por um toque macio… E se isso for difícil demais, por um simples “me desculpe” ou “me perdoe”.

Ahhh o orgulho fala tão alto nessas horas! E eu digo de coração aberto: é bem difícil não ceder. Mas, quando a gente aprende que é no ceder que a paz reside, a gente sobe mais um degrauzinho.

A gente aprende que ter razão não é ter paz; muito pelo contrário: ter razão muitas vezes pode te trazer verdadeiros dias de tormenta.

Fiquem na paz.

Deixe seu comentário